The magic is with you
 
InícioInício  PortalPortal  MembrosMembros  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Sala de Estar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Anna Kolhs Müller
Profeta
Profeta
avatar

Mensagens : 214
Data de inscrição : 09/03/2012
Idade : 26
Localização : with the bright lights and city sounds

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Casa: Sonserina
Graduação: Jornalismo

MensagemAssunto: Sala de Estar   Sex 29 Jan - 14:44

A sala de estar decorada em tons claros dando um ar minimalista de elegância ao local. A iluminação da sala é feita por grandes janelas das sacadas que dão uma visão panorâmica de Manhattan. De noite a sala é muito bem iluminada por luzes brancas que deixam o local tão claro quanto de dia. A sala é bastante frequentada pela garota e usada em sua maioria para receber convidados.

_________________

Annabela Kolhs Müller ♥️
Jornalista - Ex-sonserina - Metade Weasley
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Geneviève Duret Chermont
Polícia Secreta
Polícia Secreta
avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 07/02/2013
Idade : 29
Localização : Casa ♥

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Casa: Noble
Graduação: Leis Bruxas

MensagemAssunto: Re: Sala de Estar   Sab 30 Jul - 16:08





this is what
we came for.


Geneviève espreguiçou-se ao sair do táxi enquanto o motorista lhe entregava suas malas. Ela não planejava ficar por ali - por mais que tivesse seus motivos para isso - mas seu trabalho lhe dera a brecha para isso. Olhou para o anel em seu dedo e para o pequeno diamante que brilhava com o reflexo do sol e pensou em como gostaria que isso fosse parte de suas férias, onde ela levaria Pierre consigo. Ou então por intimação da tia. Balançou a cabeça, lembrando que trabalho era trabalho e impedindo que continuasse com pensamentos tolos. Virou-se para o taxista e sorriu, lhe entregando o dinheiro bruxo com satisfação pelo serviço prestado. Esperou que ele saísse e acenou com a cabeça para o porteiro, mostrando sua carteira. Poderia ter lhe mostrado o distintivo sem deixar espaço para que ele fizesse questionamentos, mas preferiu apenas deixá-lo ver sua identidade e sobrenome. Ele sorriu quando verificou a autenticidade do documento com um encantamento simples. Abriu a porta e segui até o elevador, checando seu telefone enquanto desfazia os encantos de segurança de mensagens. Nada novo.

O elevador parou com uma guinada e se abriu, então pôde sair para o corredor da cobertura. Só haviam dois apartamentos no local, talvez por ser o prédio mais luxuoso de Bewitchment City, o que facilitou encontrar seu destino. Bateu na porta do número 1603 e esperou, agarrada à alça da mala de rodinhas, batendo um pé no chão enquanto o encarava. Não demorou muito e a porta foi aberta por um jovem de ambos cabelos e olhos claros. Geneviève franziu o cenho. — Pardón, devo estarr no aparrtamento errrado. – Ela se desculpou, com o inglês de sotaque pesado. No entanto, o garoto a parou com um aceno de mãos, pedindo que esperasse e foi em tempo de uma garota loira de olhos azuis aparecer por trás da porta, não muito distante do garoto que ela não conhecia. — Julliét! – Ela chamou, abrindo um sorriso e a prima mais nova chegou a porta para receber o abraço da outra. Ainda sem se soltar do abraço, Julietta pediu que a prima entrasse e ela assentiu com a cabeça, entrando. O menino da porta deu um passo para trás para que as duas passassem e fechou a porta. Antes que a ex-sonserina pudesse ter a chance de mudar de assunto, ela se virou e estendeu a mão para o tal. — Muito prazérr, Geneviève. – Cumprimentou, vendo-o primeiramente hesitar e então aceitar o aperto de mão. — Você érr...? – Questionou, curiosa, deixando com que a cabeça tombasse levemente para o lado como sinal de interesse. Ele lhe respondeu e ela concordou, sorrindo para ele como quem achava sua presença agradável. No entanto, precisava conversar com Julietta antes de tudo. Era muito importante, ela queria que soubesse os motivos de estar ali, uma vez que não avisara da chegada. — Davíd, poderria fazerr-nos um chá? – Perguntou, tentando uma de suas manobras de gentileza. — Prreciso trrocar uma palavrra com Julliét – Continuou pedindo, não querendo parecer mal educada ou responsável por interromper nada, por mais que talvez isso tivesse acontecido. Sentou-se na poltrona única perto da janela, cruzando uma perna sob a outra, puxando sua mala consigo. — Depois podemos converrsarr todos juntos – Acrescentou, pois não tinha intenção nenhuma de pular a parte da conversa divertida entre os presentes. Além de falar de trabalho em particular com a prima, tinha que contar as novidades que trazia e conversar sobre sua família francesa e mais especificamente sobre Lilian Potter, além de saber do lado inglês dela.

with julie and david

all rights for wes


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Julie Marc Chermont
Modelo
Modelo
avatar

Mensagens : 148
Data de inscrição : 09/03/2012
Idade : 26
Localização : Terra, Sistema Solar

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Casa: Sonserina
Graduação: Medibruxaria

MensagemAssunto: Re: Sala de Estar   Sab 30 Jul - 17:27



there's a storm you're starting now

D
avid não descolou os lábios dos dela quando Julie passou sua perna esquerda para o outro lado do corpo dele, se sentando no colo dele. Ele riu ironicamente no meio do beijo como se aquilo lhe fizesse cócegas e ele gostasse disso. Contudo, Julie não deu atenção ao som, apenas enfiou as mãos por baixo da camiseta azul escuro dele que - particularmente na opinião dela - realçavam-lhe os olhos. Ela não sabia o que eles estavam fazendo ou querendo com essa 'relação'. Ele passou uma das mãos pelas costas dela até sua nuca e segurou firmemente ali, levantando-se um pouco e deitando-a no sofá embaixo dele. A loira abraçava a cintura dele com as pernas com a mesma firmeza como se não quisesse se soltar. David se afastou um pouco, cortando o beijo e Julie o encarou com uma expressão de desagrado. Onde ele pensava que ia? O garoto de olhos claros a encarou enquanto ela sentia sua mão quente puxar a blusa dela para cima e ela rolou os olhos, tirando a peça ela mesma. E então puxou-o de volta para um beijo. Ele desceu os beijos para o pescoço dela quando a campainha tocou. Ah, fala sério, sua consciente - ou a falta dela - resmungou. David parou o que estava fazendo e olhou nos olhos dela, esperando alguma reação. Julie suspirou e levantou os braços, arrumando o cabelo bagunçado do garoto enquanto mordia o próprio lábio. Por fim, empurrou-o de cima dela e puxou a camisa do garoto para baixo, desamarrotando-a do melhor jeito que pode. — Vai atender a porta. — Mandou, puxando um prendedor de cabelo do braço e usando-o para fazer um rabo de cavalo. Ele obedeceu e foi até a porta enquanto Julietta enfiava a cabeça de volta para dentro da blusa. Respirou fundo, como se tomasse coragem e se levantou, puxando os cabelos perto da orelha para que caíssem bagunçados, combinando o com o resto do 'penteado'. Quando avistou a loira que falava com David na porta, achou que seus olhos estivessem a enganando e ela provavelmente teria acreditado se suas orelhas não tivessem confirmado. Fez uma careta ao ouvir seu nome sendo pronunciado daquela maneira engraçada. No entanto, estava feliz pois sentia falta da prima que era quase como uma irmã para ela. Correu até a porta e abraçou-a carinhosamente. — Jennie, não acredito! — Exclamou entre o abraço. Por fim, se afastou para ver o rosto da prima melhor, deixando o braço ainda preso a cintura da mesma, em um meio-abraço. Gostava muito dela para soltá-la tão cedo.

— Entra! — Julie convidou, erguendo as sobrancelhas para David, como quem pede uma licença nada educada e ele entendeu, saindo do caminho completamente sem jeito. Ela sabia o que ele queria evitar. Perguntas. Felizmente, eles compartilhavam do mesmo pensamento. Ela conduziu a prima para dentro rapidamente, antes que ela parasse para pensar muito sobre a presença do terceiro ali. No entanto, Geneviéve era mais rápida do que Julietta era possível de calcular e já tinha começado a juntar um mais dois em sua cabeça. A lenta ali era a própria dona da casa, que ainda não entendia a presença da prima francesa, com mala e tudo. Antes que ela pudesse impedir, a outra loira deu-lhe as costas e se apresentou para o 'não-namorado' dela. Julie bufou, revirando os olhos. Além de se apresentar, Geneviéve fez um pedido a David que para a prima soava mais como uma ordem. Mas a natureza de sua família de criação era assim, ela sabia, inclusive tinha pegado um pouco disso. Contudo, ela sabia que se a outra estava ali era por algum motivo sério, não importava o quando uma gostasse da outra. Ela era da polícia secreta, a modelo sempre soube, então provavelmente tinha a ver com isso ou então ela teria avisado da visita. David olhou para ela e Julietta acenou com a cabeça, concordando com a prima. Ele se virou e saiu da sala, indo até a cozinha fazer o chá. Aliás, ela esperava que ele soubesse como fazer isso. — O que houve? — Questionou assim que o menino desapareceu pela porta, se sentando no sofá ao lado da poltrona em que Jennie se sentava. Graças a alguma força maior, ela não tinha escolhido o sofá em que Julie e David haviam acabado de dar 'uns amassos'.


_________________
i could fall in love with you
a thousand times but you'll
always be the wrong guy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Sala de Estar   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Sala de Estar
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Hall e Sala de Estar
» Sala de Estar
» SALA DE ESTAR CONJUGADA COM A SALA DE JANTAR
» Sala de Estar
» [Dojo da Reine]

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Vassouras X Tapetes :: Mundo Bruxo :: Bewitchment City :: Residencial :: Edifício Manhattan :: Apartamento 1601 - Cobertura-
Ir para: