The magic is with you
 
InícioInício  PortalPortal  MembrosMembros  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Quarto de Eddie

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Louise McGonagall
Diretor
Diretor
avatar

Mensagens : 53
Data de inscrição : 13/02/2012

Perfil Escolar
Ano Escolar:
Casa:
Graduação:

MensagemAssunto: Quarto de Eddie   Seg 11 Maio - 17:44

Quarto de Eddie

Primeiro andar


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://vassourasxtapetes.forumeiros.com
Paris Bolter
Grifinória
Grifinória
avatar

Mensagens : 1
Data de inscrição : 05/07/2014

MensagemAssunto: Re: Quarto de Eddie   Seg 11 Maio - 18:03



daddy, daddy, I want a weddy'
D
efinitivamente este seria o dia mais maluco e estranho da minha vida. Mas eu não soube disso no exato momento em que acordei. Ainda eram seis da manhã quando pulei para fora da cama, com preguiça. Geralmente, nos fins de semana, eu dormiria até a hora do almoço, mas eu queria ver meu pai. Nunca conseguia vê-lo, nem nos fins de semana, tudo por causa daquela rotina dele somada a todo o seu exaustivo trabalho no Profeta Diário. Ele saia para correr às sete da manhã e só voltava no horário oposto. Então, preferi largar minha preguiça na teoria e correr para uma prática que se diferisse dessa teoria e pulei da cama, deixando o meu quarto de pijama mesmo.

Barulhentamente, desci as escadas, o que na verdade não fez muito barulho visto que eu estava descalça e então corri para a cozinha para preparar alguma coisa. Pãezinhos de Mel. Sabia como ele gostava disso, e eu nem sequer demorava para fazê-los. Quando terminei de mergulhar todos eles no chocolate deixei que secassem. Enquanto isso, peguei uma bandeja e coloquei uma caneca de chocolate quente e algumas flores do lado onde eu colocaria o prato com os pãezinhos de mel. Depois, coloquei tudo no lugar. Apesar de ter saído da cama, havia permanecido enrolada em uma colcha devido ao frio, então foi difícil equilibrar a bandeja, mas finalmente consegui.

Subi as escadas fazendo o caminho de volta com muito cuidado. Estava bem feliz que meu pai finalmente havia se dignado a me tirar daquele colégio para magia russo e finalmente cedido à Hogwarts, mesmo não gostando do local. Por que ele não gostava de lá? Bem, seu trabalho no profeta, na verdade, era não tirar o olho da diretora McGonagall e ele sempre havia pensado nela como uma garotinha levada pelas circunstâncias à assumir o lugar da mãe às pressas depois da morte dela. E aquele cabeça dura não conseguira abrir sua mente mesmo trabalhando sobre a vida da mulher a vida inteira. Ele é completamente fechado quanto a influências, molda a própria cabeça. Mas, na verdade, eu até tinha gostado dela. Então, com o maior sorriso que meu rosto permitia que eu mostrasse, empurrei a porta e entrei, já falando. - Bom dia, papai, eu fi... - Parei, tentando entender em que desgrama de realidade paralela eu havia vindo parar. - PAI! - Exclamei, sem a intenção de gritar. - V-Você tá bem?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fred-III Jones Weasley
Curandeiro
Curandeiro
avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 11/05/2015

MensagemAssunto: Re: Quarto de Eddie   Seg 11 Maio - 18:41


Capítulo IV

Anotações:
Give me love like her
'Cause lately I've been waking up alone
Pain splattered teardrops on my shirt
Told you I'd let them go
give me love

Como é que eu ia imaginar que eu fosse acabar gostando dela? Me envolvendo com ela? Ela era meu trabalho, investigar a vida dela, tirar minhas conclusões e expô-las. Mas do nada surgiu alguma coisa diferente. Ela não gostava de mim, nem eu dela, mas de repente nenhum de nós queria mais ódio e nem solidão. O último amor que eu sentira assim, que foi de arrancar minha sanidade, de me levar a fazer o inacreditável em segundos fora a mãe de Nat. E de repente eu estava sentindo isso tudo de novo. E como? Desde o dia que eu pisara no escritório de Louise foram puras provocações. Tudo bem, todas minhas, mas até o rosto dela era capaz de me irritar. Eu já tinha uma ideia formada em torno dela e quanto eu entrei naquele escritório, ela estava se desfazendo, mas eu tinha que lutar contra, tinha que continuar pensando o que eu sempre pensei. Que ela era uma despreparada, uma irresponsável, tolinha. Mas não era. E eu gostei dela. Gostei dela no instante em que a vi e gostei de tudo que ela me fez pensar e achar.
E ontem... Ontem eu só queria abraçá-la e protegê-la e cuidar dela. Eu só podia estar ficando maluco, mas eu nem conseguia pensar em sanidade porque eu simplesmente não conseguia pensar. E eu sou louco mesmo, louco por ela, pelo seu cheiro, seu sorriso, seus olhos, seu batom... Conseguia senti-la nos meus braços, mas não queria abrir os olhos e correr o risco de perder meu sonho. Puxei-a para mais perto, querendo sentir que ela era real. Que o mundo estava girando.
Ela era. Eu era. Tudo fora. Eu não estava ficando totalmente maluco. - Louise... - Chamei, abrindo os olhos. Ela murmurou de volta. - Sabe, sobre tudo nestes anos... - Comecei. - ...Eu acho que eu estava errad... -  Fui interrompido pela porta e por uma voz. Me sentei rápido com o susto. Nat estava na porta, enrolada em uma colcha que tinha a espessura do mesmo tamanho que metade de seu corpo. Ela carregava uma bandeja cheia de pãezinhos de mel com chocolate e me olhava de modo descrente. Até imaginava o porquê. Quando ela cresceu, entendeu que não dava pra viver sempre lembrando da mãe dela e que ninguém fica anos sem beijar alguém (no caso dela, ninguém aguenta semanas sem um beijo). Mas o tanto que eu havia dito sobre Louise pra ela, era de se imaginar que Nat ficasse assim quando, do nada, pegou ela acordando na minha cama. Ela exclamou "PAI!" de um jeito que me deu vontade de rir. - FILHA! - Imitei-a. Isso só a deixou mais perdida ainda. - Sim, eu estou bem, eu estou ótimo. - Respondi, rindo. - Você me parece bem também - Comentei, como se fosse algo casual e encontrar o pai nesse estado fosse bem normal também. - E você, Louise? Tudo bem? - Perguntei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Quarto de Eddie   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Quarto de Eddie
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Quarto de Hiccup
» Teoria-Quarto Haki(tem spoilers)
» Quarto do Orion
» Quarto de Percy
» Quarto de Zeus

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Vassouras X Tapetes :: Mundo Trouxa/Mortal :: Londres :: Casa 08 - Vodianovisk's :: Primeiro Andar-
Ir para: